Superdotação: Independência Conformacional do Raciocínio

Independência Transgressora

Independência Transgressora

O neurodiverso, por definição, apresenta um processo cognitivo distinto do neurotípico, no superdotado tal distinção se dá na independência conformacional do raciocínio. O instrumental com o qual se apreende, se processa e por fim se interpreta a realidade fenomenológica resulta de uma elaboração psíquica dos estímulos conferindo-lhes uma coesão humana com direito à lógica interna consistente ou não, dependendo sempre da tendência individual à (in)coerência. Ao invés de simplesmente aceitar de modo passivo uma herança cultural e seus respectivos instrumentos a mente do sobredotado configura um sistema próprio de medidas, valores e associações, observe que não me refiro propriamente a personalidade ou livre-arbítrio, mas sim a uma rotina orgânica involuntária composta por um processamento agudo-crônico de caráter autodidata e pervasivo, onde se elabora as concepções e acepções, conceituais.

Singularidade Atípica

Singularidade Atípica

A nível prático o que significa então possuir uma independência conformacional do raciocínio? Pois bem, significa dizer que os métodos e as relações vigentes de poder e produção no âmbito institucional (profissão, academia, família, amizade, entre outros) não se traduzem em conformidade e normalidade no neurodivergente, este questiona, contesta e tangencia tais dinâmicas intra e interpessoais, pois não assume a priori a corretude, inerência ou inexorabilidade das práticas políticas que regem a sociedade de sua época. Tanto também se faz presente no cenário intelectual e artístico, nestes o superdotado não permite ser cerceado por tradições, hierarquias e injustiças estruturais, pois sua natureza repele eletrostaticamente qualquer tentativa mais ou menos mesquinha de encurralá-lo num cubículo dito profissional, o caráter castrativo, burrocrático e estupidificante da academídia com sua espetarridicularização o sufoca e não dá vazão a sua potencialidade real promovendo estresse e insucesso pessoais.

Sobre Filipe Russo

CEO da SagaPro, A Edtech do Bem-Estar Escolar, startup incubada na incubadora Cietec IPEN-USP. Autor dos livros premiados Caro Jovem Adulto e Asfixia, assim como vencedor do concurso “O Olhar em Tempos de Quarentena” e dos prêmios de Excelência Acadêmica nas disciplinas Inteligência Artificial na Educação e Temas em Psicologia: Contribuições para Computação Aplicada à Educação. Licenciado em Matemática pelo IME-USP, pós-graduando em Computação Aplicada à Educação pelo ICMC-USP. Realizou pesquisas em Análise Real, Bioinformática e Ensino de Matemática. Tem passagem pelo Instituto Max Planck de Fisiologia Molecular Vegetal em Golm e pela Universidade Técnica de Munique, ambos na Alemanha. Indígena agênero da Associação Wyka Kwara. Fundador do blog Supereficiente Mental. Pesquisador convidado no Grupo de Estudos, coordenado pela Profa. Dra. Lucia Santaella na Cátedra Oscar Sala do IEA-USP.
Esse post foi publicado em Superdotação e marcado . Guardar link permanente.

3 respostas para Superdotação: Independência Conformacional do Raciocínio

  1. patricia disse:

    Parabens pelos textos!

  2. Diego disse:

    Olá Filipe, tudo bem?
    Pesquisando por neurodiversidade, cheguei ao teu texto hoje, por sinal interessante. Porém fiquei com uma dúvida: neurodiverso tem o mesmo significado de superdotado?
    Não tenho conhecimento profundo no assunto mas até onde sei, nem todo neurodiverso é superdotado e vice-versa.

    • Filipe Russo disse:

      Olá Diego,
      Não, não tem. No âmbito do blog neurodiverso está sendo considerado quem diverge de uma normalidade ou normatividade neurológica ou psicológica. Portanto, neste contexto todo superdotado é neurodiverso, mas nem todo neurodiverso é superdotado. A forma como cada classe de neurodiverso diverge da normalidade é bastante particular (autistas, superdotados, deficientes mentais, portadores de transtornos ou outras condições neurodiversas).
      Eu ainda pretendo eventualmente fazer um site dedicado ao espectro maior que é a neurodiversidade, sem um foco especial ao superdotado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s