Relato Pessoal: Áthyllas Lopes

Áthyllas Lopes

Sou Antonio Áthyllas Lopes de Oliveira, tenho 33 anos, resido no interior do Ceará. De aluno-destaque na escola e elogiado no convívio social, à medida que o tempo foi passando, fui sentindo o peso da exclusão, atrasei-me na faculdade…

Desde criança, gostava muito da área acadêmica (livros, documentários, folders), bem como gostava de criar, produzir… Era “diferente”. Mas gostava demais de brincar com outras crianças (!), dividindo o tempo com alguns adultos, com quem gostava muito de conversar sobre temáticas “que não eram pra minha idade”, tais como religião, experiências, saberes de vida.

Destacava-me na escrita, sendo escolhido na escola para participar de reuniões e escrever mensagens (1º Dia de Aula, Despedida de Diretora…). Até uma música de Carnaval fiz para a escola, em 2004. E esse fato serve para ilustrar outro “hobby” meu: criar musiquinhas com nomes de colegas e banalidades do dia a dia. E esse “hobby”, por sua vez, revela, também, meu lado criativo.

Na adolescência, encampava nos meus pensamentos temáticas como dívida externa brasileira, a implantação de uma faculdade em minha cidade (eu entrava em contato com o MEC, pedindo informações, e comecei a pesquisar o processo burocrático para a implantação de uma faculdade). Resguardado em minhas temáticas, sem muitos pares com quem conversar, tinha um grupo restrito de amigos, não era de frequentar festas.

Terminei o Ensino Médio. E acentuou-se a dimensão de minha condição. Ingressei na faculdade, ia para a instituição, mas faltava aulas para ir à biblioteca, com sede de um currículo “próprio”, mas com temas relativas ao curso. Atrasei-me no curso, e veio um drama. Levei anos e anos na faculdade, sendo motivo de chacota por colegas, até abrir uma crise familiar. Desmoronei. Sabia que gostava de estudar, mas o fato de não terminar o curso mostrava para todos alguém irresponsável.

Procurei ajuda. Enviava e-mails para vários profissionais. Nada de efetivo. Após cerca de 05 anos, abandonei a faculdade, ingressando em outra, onde me graduei. Foi um dos momentos mais dolorosos de minha vida tudo isso. Cheguei a procurar o Naahs de meu estado, mas, por ser do interior, o processo de identificação de altas habilidades era inviabilizado.

Com o tempo, por conta de minha formação profissional-pessoal, fui encontrando nomes para o que eu era: altas habilidades (me via em diferentes traços indicativos), sobre-excitabilidade emocional (foi tão libertador quando encontrei um nome para aquilo que sentia)!

Graduado, realizei o sonho de publicar livros (frutos de minhas idas à biblioteca da faculdade), e de cursar psicopedagogia. Já retornei à faculdade que um dia abandonei para ministrar minicursos sobre… Sim, sobre conteúdos que pesquisava na biblioteca quando faltava às aulas, como o latim e sua relação com o ensino de Língua Portuguesa. Como psicopedagogo, tenho as altas habilidades como uma bandeira.

Sobre Filipe Russo

CEO da SagaPro, A Edtech do Bem-Estar Escolar, startup incubada na incubadora Cietec IPEN-USP. Autor dos livros premiados Caro Jovem Adulto e Asfixia, assim como vencedor do concurso “O Olhar em Tempos de Quarentena” e dos prêmios de Excelência Acadêmica nas disciplinas Inteligência Artificial na Educação e Temas em Psicologia: Contribuições para Computação Aplicada à Educação. Licenciado em Matemática pelo IME-USP, pós-graduando em Computação Aplicada à Educação pelo ICMC-USP. Realizou pesquisas em Análise Real, Bioinformática e Ensino de Matemática. Tem passagem pelo Instituto Max Planck de Fisiologia Molecular Vegetal em Golm e pela Universidade Técnica de Munique, ambos na Alemanha. Indígena agênero da Associação Wyka Kwara. Fundador do blog Supereficiente Mental. Pesquisador convidado no Grupo de Estudos, coordenado pela Profa. Dra. Lucia Santaella na Cátedra Oscar Sala do IEA-USP.
Esse post foi publicado em Relato Pessoal e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s