Diagnósticos: Anéis de Renzulli

Anéis de Renzulli

Anéis de Renzulli

Joseph Renzulli (nascido em 7 de Julho, 1936) é um psicólogo educacional americano conhecido por desenvolver o modelo dos três anéis quanto à superdotação, o qual promoveu uma ampliação do conceito vigente. Os três anéis que compõe o comportamento superdotado são habilidade acima da média, criatividade e motivação, a habilidade acima da média se observa ao apresentar uma média dos indivíduos da mesma classe socio-ambiental e identificar desvios na curva padrão, ou seja, ao se prover vários indivíduos com os mesmos recursos externos o acréscimo de um recurso interno intransferível desencadeia resultados visivelmente superiores aos demais. A habilidade acima da média pode se manifestar num domínio verbo-linguístico superior ao de sua idade, uma dexteridade matemática, uma facilidade na manipulação de instrumentos musicais, um conhecimento físico-corporal naturalmente mais desenvolvido, entre outras características, algumas mais ou menos fáceis de se observar.

Criatividade Excedente

Criatividade Excedente

A motivação significa um engajamento em uma atividade particular auto-iniciado e auto-sustentável principalmente nas funções executivas, tais como estudar ou trabalhar, começar um exercício, insistir, persistir e perseverar até a conclusão do mesmo, focar e não perder o interesse, administrar o tempo na execução das atividades propostas, se organizar sem precisar de auxílio para desenvolver um modus operandi próprio. Já a criatividade significa uma capacidade de elaborar obras de arte, informações e objetos de uma forma diferente à convencional, produzindo portanto um ato ou objeto tanto original quanto valioso, suas expressões se dão nos mínimos detalhes de comportamento e preferências, muita da peculiaridade neurodiversa e neurodivergente surge devido a uma energia criativa sempre presente e muitas vezes cumulativa, de tempos em tempos a mesma jorra face afora.

Sobre Filipe Russo

Autore dos livros premiados “Caro Jovem Adulto” e “Asfixia”, assim como vencedore do concurso “O Olhar em Tempos de Quarentena” e de prêmios de excelência acadêmica em Inteligência Artificial, Psicologia, Gamificação, Empatia e Computação Afetiva, nesta última disciplina também recebeu o reconhecimento de melhor projeto. Licenciade em Matemática pelo IME-USP, pós-graduande em Computação Aplicada à Educação pelo ICMC-USP. Indígena agênere da Associação Wyka Kwara. Fundadore do blog Supereficiente Mental. Pesquisadore nas cátedras Oscar Sala e Otavio Frias Filho do IEA-USP, sob a coordenação de Lucia Santaella e Muniz Sodré, respectivamente.
Esse post foi publicado em Diagnósticos, Teorias. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Diagnósticos: Anéis de Renzulli

  1. Pingback: OS TRÊS ANÉIS – DIÁRIO DA INCLUSÃO

  2. Pingback: Entrevista - Angelica de Fátima Piovesan | Blog do QG

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s