Lógica: Empecilho & Alavanca

Cubo Rubik com dados

Cubo Rubik com dados

Lógica (do Grego Antigo: λογική, logike) diz respeito ao uso e estudo filosófico normativo do raciocínio válido. O estudo da lógica ocorre principalmente nos campos da filosofia, matemática e ciência da computação. Costuma-se dividí-la em raciocínio indutivo, raciocínio abdutivo e raciocínio dedutivo. Foca na harmonia de raciocínio, a proporcionalidade formal entre argumentos, assim sendo, a correta e equilibrada relação entre todos os termos, a total concordância entre cada um deles dentro de um desenvolvimento. A Lógica Informal diz respeito ao estudo de argumentos da linguagem natural, a Lógica Formal diz respeito ao estudo da inferência com conteúdo puramente formal, a Lógica Simbólica diz respeito ao estudo das abstrações simbólicas que capturam as características formais da inferência lógica e a Lógica Matemática diz respeito a uma extensão da lógica simbólica a outras áreas, em particular o estudo da teoria dos modelos, teoria da prova, teoria dos conjuntos e teoria da computabilidade.

Spock

Spock

Agora, o que isso afeta a vida de um neurodiverso ou supereficiente mental? Bem, boa parte de nós, inclusive eu aliás, agimos de modo extremamente lógico, nos chamem de robôs sentimentais se necessário, no quotidiano empregamos a lógica tal qual Arquimedes quando disse: “Dê-me uma alavanca e um ponto de apoio, e eu moverei o mundo”. Na real não movemos o mundo, a gravidade o faz, viu? Pensamos assim numa linha de causa e efeito, a ponto de sermos literais demais ou não sabermos quando alguém está sendo irônico, sarcástico ou escrachadamente mentiroso. Quer dizer, farejamos mentiras de longe porque analisamos dado a dado em busca de coesão sem grandes esforços, faz parte da nossa natureza processar a informação de tal modo. Este modus operandi exige mesmo que inconscientemente bastante energia psíquica e física, exaurindo o indivíduo mesmo quando este pratica poucas atividades, lembremos também do desgaste com discussões e situações inadequadas ou inconvenientes a nos segregar em solidão e alienação, não raro sofremos de comorbidades ou condições neuróticas. Se faz necessário empatia e compaixão para com as idiossincrasias próprias e alheias, seja você neurotípico ou neurodiverso.

Sobre Filipe Russo

CEO da SagaPro, A Edtech do Bem-Estar Escolar, startup incubada no Cietec. Autor dos livros premiados Caro Jovem Adulto e Asfixia, assim como vencedor do concurso “O Olhar em Tempos de Quarentena” e dos prêmios de Excelência Acadêmica nas disciplinas Inteligência Artificial na Educação e Temas em Psicologia: Contribuições para Computação Aplicada à Educação. Licenciado em Matemática pelo IME-USP, pós-graduando em Computação Aplicada à Educação pelo ICMC-USP. Realizou pesquisas em Análise Real, Bioinformática e Ensino de Matemática. Tem passagem pelo Instituto Max Planck de Fisiologia Molecular Vegetal em Golm e pela Universidade Técnica de Munique, ambos na Alemanha. Indígena agênero da Associação Wyka Kwara. Fundador do blog Supereficiente Mental. Pesquisador convidado no Grupo de Estudos, coordenado pela Profa. Dra. Lucia Santaella na Cátedra Oscar Sala do IEA-USP.
Esse post foi publicado em Lógica. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s