Alternativa: EAD

EAD (Educação à Distância)

EAD (Educação à Distância)

Entende-se por EAD (Educação à Distância) uma modalidade educacional mediada por tecnologias em que discentes e docentes estão separados espacial e/ou temporalmente, ou seja, não estão ambos simultaneamente em um ambiente presencial de ensino-aprendizagem. Um dos primeiros casos de que se tem notícia remete a 1833 na Suécia com um curso de contabilidade, em 1856 surgiu um instituto com ensino de línguas à distância na Alemanha. Já no Brasil em 1992, foi criada a Universidade Aberta de Brasília (Lei 403/92), podendo atingir três campos distintos: a ampliação do conhecimento cultural com a organização de cursos específicos de acesso a todos, a educação continuada, reciclagem profissional às diversas categorias de trabalhadores e àqueles que já passaram pela universidade; e o ensino superior, englobando tanto a graduação como a pós-graduação.

A Era da Informação Chegou

A Era da Informação Chegou

Com o advento do computador pessoal e da internet ficou cada vez mais fácil para o superdotado ter acesso ao conhecimento de seu interesse, não ficando portanto dependente do orçamento doméstico nem da diversidade bibliográfica disponível nas bibliotecas locais. Agora, o neurodiverso possui uma alternativa ao dia-a-dia universitário, podendo optar por ficar em casa e aplicar sozinho seu comprometimento à tarefa, assim muitos encontram solução para as dificuldades adaptativas seja relativas ao convívio social ou a burocracia metodológica da didática apresentada em aula. Contornar estruturas de poder e comorbidades já consome bastante energia, muitas vezes mais do que pensávamos que tínhamos à disposição, não está na hora de considerarmos a Educação à Distância?

Sobre Filipe Russo

CEO da SagaPro, A Edtech do Bem-Estar Escolar, startup incubada no Cietec. Autor dos livros premiados Caro Jovem Adulto e Asfixia, assim como vencedor do concurso “O Olhar em Tempos de Quarentena” e dos prêmios de Excelência Acadêmica nas disciplinas Inteligência Artificial na Educação e Temas em Psicologia: Contribuições para Computação Aplicada à Educação. Licenciado em Matemática pelo IME-USP, pós-graduando em Computação Aplicada à Educação pelo ICMC-USP. Realizou pesquisas em Análise Real, Bioinformática e Ensino de Matemática. Tem passagem pelo Instituto Max Planck de Fisiologia Molecular Vegetal em Golm e pela Universidade Técnica de Munique, ambos na Alemanha. Indígena agênero da Associação Wyka Kwara. Fundador do blog Supereficiente Mental. Pesquisador convidado no Grupo de Estudos, coordenado pela Profa. Dra. Lucia Santaella na Cátedra Oscar Sala do IEA-USP.
Esse post foi publicado em Alternativas e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s