Entrevista: Fernanda Iris

Fernanda Iris

Fernanda Iris

Supereficiente Mental: Ninguém nasce com consciência de sua própria superdotação, contextualize para nós a descoberta da sua.

Fernanda Iris: Isso.
Eu também não tinha nenhuma consciência.
Sempre me acharam diferente das demais crianças.
E após ouvir inúmeras vezes dessas pessoas eu comecei a observar e reconhecer essas diferenças.
Entretanto, nunca dei muita importância.
Por diversas vezes tentei até me igualar aos demais considerados neurotipicos.
Contudo, o resultado foi sofrimento psíquico.
Sempre fui muito elogiada com todos os indicativos de um sd.
Como sempre tive sucesso no que eu gostava, devido a isso não ligava.
Após alguns problemas comecei a investigar estas minhas diferenças como: meu raciocino rápido, e forma atípica de pensar.
Assim como também procurei alguns profissionais do âmbito, que chegaram à conclusão de Superdotação, no entanto, não tive nada formal.
Hodiernamente, por necessidade de resolver minha vida acadêmica, procurei um profissional capacitado para fazer uma avaliação minuciosa.
Isto posto, fui submetida a vários testes.
No momento que estava realizando os testes não vou mentir, me gerou um incômodo, pois eu queria mais saber como funcionava do que responder.
Assim sendo, a minha Neuropsicóloga me submeteu a uma avaliação que foram utilizados como instrumentos avaliativos: uma entrevista de anamnese, teste psicométricos padronizados e autorizados pelo Conselho Federal de Psicologia tais como: WAIS – III, Teste de Aprendizagem Auditivo Verbal (de Rey) – RAVLT, o BPA- Bateria Psicológica para Avaliação da Atenção, o Teste de Pirâmides coloridas de Pfister, a Bateria Fatorial de Personalidade- BFP, exercícios de avaliação qualitativa e observação do comportamento durante a execução das atividades.
Que teve avaliada as áreas: funções cognitivas de linguagem, organização espacial, memória, funções executivas, atenção, pensamento, leitura, escrita, cálculo, funções espaciais e visioconstrutivas através do funcionamento dos fatores neuropsicológicos
de regulação e controle voluntariados do comportamento, retenção áudio-verbal , estado de alerta (fator de ativação geral inespecífica) e ativação emocional inespecífica.
Após todos os teste acima citados, de acordo com os resultados qualitativos e quantitativos obtidos, ela chegou à conclusão que eu apresento inteligência superior e altas habilidades.

SM: Quais são as suas áreas de alta habilidade?

Fernanda: Após análise foi chegado a tese que eu tenho altas habilidades verbal que diz respeito a conceitos: verbais, linguagem, ideias, vocabulário, compreensão e interpretação de textos e situações que envolvem conhecimento social ou cultural.

SM: Que tecnologia para os deficientes visuais você idealizou ainda bem jovem?

Fernanda: Minha idealização de tecnologia para os deficientes visuais, era de criar um método auditivo nos transportes públicos para informar a localização e nome do ônibus, para que assim eles pudessem saber e viverem de forma mais independente, para que não precisem da ajuda de outrem, no momento de desempenhar tal tarefa.
E essa ideia, foi após uma curiosidade em saber como eles sabiam o seu local de chegada.
Eu sei que devido à falta deste sentido visual, os demais sentidos são mais desenvolvidos.
Contudo, a visão possui sua importância como todos nós sabemos.

SM: Sobre o que você escreve? O que lhe atrai na filosofia?

Fernanda: Eu escrevo mais sobre tudo que envolve a humanidade.
Meu fascínio pela filosofia é devido a ser a esfera que estuda as questões gerais e fundamentais relacionadas com a natureza da existência humana.

SM: Conte para nós como foi sua experiência na graduação de biomedicina, o que não funcionou?

Fernanda: Foi uma experiência boa, porém eu percebi que meu objetivo era algo mais aprofundado como a Medicina .
Tanto que pretendo fazer Medicina e aproveitar as disciplinas cursadas em biomedicina que também fazem parte do curso de medicina.

SM: Qual área do direito lhe fascina mais?

Fernanda: As áreas jurídicas que me fascinam são as que envolvem direitos humanos.

SM: Fazes uso de algum aconselhamento psicopedagógico? Em caso positivo fale como isso funciona para você.

Fernanda: Sobre o aconselhamento sempre precisei, mas nunca fiz.
Neste momento que eu vou começar a fazer, porém , como ainda não fiz não possuo nenhum aconselhamento.
Entretanto, devido algumas pesquisas sobre o assunto percebo que me trará muitos benefícios.

SM: Algum lema motivacional?

Fernanda: A aceitação, conhecimento e a busca para compreensão da Superdotação nos faz estimular nossas habilidades.
E não deixa que a emoção iniba nossa capacidade superior.
Somos como um todo, e não só o intelecto.
Diante disso, trabalhar nossas emoções é crucial.

SM: Algum recado pra galera?

Fernanda: Amar sua superdotação, pois é que nem a cor dos olhos é algo inato que não pode mudar.

Sobre Filipe Russo

CEO da SagaPro, A Edtech do Bem-Estar Escolar, startup incubada na incubadora Cietec IPEN-USP. Autor dos livros premiados Caro Jovem Adulto e Asfixia, assim como vencedor do concurso “O Olhar em Tempos de Quarentena” e dos prêmios de Excelência Acadêmica nas disciplinas Inteligência Artificial na Educação e Temas em Psicologia: Contribuições para Computação Aplicada à Educação. Licenciado em Matemática pelo IME-USP, pós-graduando em Computação Aplicada à Educação pelo ICMC-USP. Realizou pesquisas em Análise Real, Bioinformática e Ensino de Matemática. Tem passagem pelo Instituto Max Planck de Fisiologia Molecular Vegetal em Golm e pela Universidade Técnica de Munique, ambos na Alemanha. Indígena agênero da Associação Wyka Kwara. Fundador do blog Supereficiente Mental. Pesquisador convidado no Grupo de Estudos, coordenado pela Profa. Dra. Lucia Santaella na Cátedra Oscar Sala do IEA-USP.
Esse post foi publicado em Entrevista e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s